segunda-feira, 31 de maio de 2010

Tesourinho #6 - Goldfrapp Vs Olivia Newton-John


O #Tesourinho dessa semana, apesar do que o título pode sugerir, não é um mash-up. Na verdade, é uma faixa rara da dupla inglessa de electro/synth-pop Goldfrapp.

Para começar, vamos relembrar Olivia Newton John. Ela é uma cantora e atriz inglesa criada na Austrália que ficou famosa internacionalmente por ser a eterna namorada de John Travolta em Grease, um dos musicais mais famosos da história do cinema. Além disso, ela também fez um grande estardalhaço na década de 1980 com o filme Xanadu e o hit Physical. Não lembra?


Olivia Newton-John - Physical

Goldfrapp, para quem não se lembra, está com o álbum novo Head First, em que as referências visuais e musicais dos anos 1980 são a base para todo o trabalho. Muito lurex, legging, cores cítricas, laquê, polainas e ombreiras. Mas esse gosto deles não é coisa nova, e desde o primeiro lançamento deles - Felt Mountain, de 2000 - o gosto peculiar pela "década perdida" é forte.

Numa versão deluxe do álbum Felt Mountain, Alisson Goldfrapp e Will regravaram o hit aeróbico de Olivia Newton-John, Physical. Numa roupagem meio sombria e até sexy, a música antes hilariamente tosca e dançante se transformou numa trilha sonora de cabaré, para ser cantada semi-nua sobre um piano:

Goldfrapp - U.K. Girls (Physical)

Quase irreconhecível, mas mesmo assim uma ótima faixa pra guardar de recordação.

#Frikadica

sexta-feira, 28 de maio de 2010

#FollowFriday - 28/05/10

Para ler ouvindo:

Crookers - Birthday Bash (feat. The Very Best, Marina & Dargen)

É chegada mais uma sexta-feira! Antes de se entregar ao climão do happy hour, das baladas ou do pijama com pipoca e dvds, confira os 5 twitters indicados dessa semana.


@coolintheheat - Leo Amaral é um soteropolitano responsável por esse ótimo blog de moda masculina. Focado em moda comercial, é um ótimo lugar pra saber novidades de suas marcas favoritas, desfiles, campanhas e editoriais. Ainda tem dicas bem legais de lojas e itens essenciais para o guarda-roupa.



@micajon - Cajon DeSastre é um blog coletivo de vários cariocas que trata de "moda, design, arte e ócio", e como quase todo blog coletivo, é um ótimo apanhado de novidades, dicas e experiências sob vários olhares bem interessantes. Pra quem está longe do Brasil deve ser ainda mais legal, porque os blogueiros também estão, então rola toda uma identificação com a saudade de casa.



@paradasp - Twitter oficial da APOLGBT (Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo), reúne não só as notícias a respeito da Parada, mas também tudo o que tem a ver com notícias de homofobia, leis civis, eventos e matérias sobre o tema. Tudo o que as pessoas deveriam defender e têm medo/vergonha. Trabalho louvável, ainda mais em um país tão pobre de mentalidade.



@sp00 - Renata tem o famoso site SP:00, especializado em fotos de festas e baladas paulistanas. Se você saiu e não lembra o que fez, ou quer saber o que as pessoas andam aprontando nas casas noturnas mais bacanudas de São Paulo, o SP:00 é um prato cheio. De quebra, ela ainda twitta músicas ótimas (pras pistas ou não).



@tofunachina - A Giovanna é uma brasileira que mora na China, e para nossa sorte, ela tem uma grande queda por moda e novidades de design, artes e o que aparece de legal pelo caminho. E melhor ainda é o fato de ela ter criado um blog muito fofo onde ela reune todas essas experiências e passa todas as dicas para nós que estamos aqui do outro lado do mundo. Para favoritar.



Não esqueçam de dar um Retweet nesse post para o prestígio desses colegas de twitter. E bom final de semana!

#Frikadica

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Uffie - Sex Dreams and Denim Jeans


Quem curte electro ou mesmo hip-hop já deve ter ouvido falar dessa americaninha safada. Ela nasceu nos EUA, foi criada em Hong Kong e hoje mora em Paris. Produtora, compositora, cantora, rapper, e performer de electro, Uffie apareceu em 2006 com seu primeiro single "Pop The Glock". Ganhou remixes de SebastiAn, Felix da Housecat e outros produtores conhecidos da cena eletrônica enquanto lançava um single e EP após o outro.

Desbocada, cachaceira e barraqueira, Uffie ganhou fama com sua postura bonitinha porém ordinária. Ela é algo como uma Lily Allen menos fofa. Veja o video de "Pop The Glock":

Uffie - Pop the glock

Com os EPs "Hot Chick/In Charge", "Pop The Glock/Ready To Uff" e "MC's Can Kiss", Uffie ganhou vários fãs inclusive entre produtores e DJs, e com esse renome, ela conseguiu dar um passo adiante. Esse ano, gravou e lançou o single "A.D.D. S.U.V." em parceria com Pharrell. Menos electro e mais hip-hop, a garota de apenas 23 anos deu seu primeiro grande passo em direção à indústria fonográfica

O que quase ninguém sabia é que esse seria o primeiro single oficial do primeiro álbum da moça, "Sex Dreams and Denim Jeans". Reunindo várias faixas já lançadas em novas versões e várias novas, Uffie está para lançar o álbum, ainda sem data oficial. Assinando com o selo Elektra Records, o trabalho deve ser lançado internacionalmente em breve. Quer ouvir?


01 Pop The Glock (produced by Feadz)

02 Art Of Uff

03 ADD SUV (feat. Pharrell Williams)

04 Give It Away

05 MC's Can Kiss (produced by Mr Oizo)

06 Difficult

07 First Love (produced by Feadz)

08 Sex Dreams And Denim Jeans

09 Our Song

10 Illusion Of Love (feat. Mattie Safer)

11 Neuneu

12 Brand New Car (produced by Feadz)

13 Hong Kong Garden (Siouxsie Cover)

14 Ricky

Além de ótimas colaborações, Uffie finalmente conseguiu chegar ao status de artista completa, e diferente da maioria dos lançamentos atuais, o álbum dela é longo - 14 faixas, enquanto a média hoje é de 9 faixas por álbum - e muito bem equilibrado entre faixas calmas e dançantes. E pra finalizar, os samples retrôs retirados de clássicos do rap e rock dos anos 1980 dão um toque familiar delicioso - sem contar o cover inusitado de Siouxsie & The Banshees. We love it.

Uffie on My Space

#Frikadica

terça-feira, 25 de maio de 2010

Klaxons - Flashover


Klaxons, para quem não conhece, é um trio inglês do que na época se apelidou de nu-rave. O termo caiu em desuso depois de um tempo, mas antes disso o som desses três garotos virou ouro principalmente depois de Björk rasgar uma seda para eles (coisa que ela raramente faz). O som quase sempre barulhento é uma mistura grande de influências como o punk dos Sex Pistols e o rock industrial/techno de Prodigy.

O álbum Myths Of The Near Future (2007) ainda é o único da carreira, e fez muito sucesso entre fãs moderninhos com singles como Atlantis to Interzone e Magick. Pelas terras brazucas, a mais conhecida talvez tenha sido Golden Skans:

Klaxons - Golden Skans

Eles andavam meio sumidos e prometiam um novo álbum desde o final de 2007, e no começo de 2009 foi comentado que eles teriam que regravar grande parte desse segundo trabalho por conta de uma rejeição da gravadora.

Hoje, finalmente, eles anunciaram a estréia online de uma nova música, Flashover, em seu próprio site. Ela foi apresentada em um programa da BBC e colocada para live streaming. Ou seja, só ouviu quem estava conectado na hora. Isso é, até agora. Frikadica conseguiu a faixa ainda inédita:

Klaxons - Flashover

O som obviamente continua com as mesmas influências do punk e techno, então podemos esperar um álbum que trará de volta o estilo que andou fazendo falta para nós fãs. Quem sabe com uma pitadinha de indie rock tipicamente inglês? Alguns momentos de Flashover trazem um arzinho de Blur.


#Frikadica

Christina Aguilera - Bionic


Sim, fãs da X-tina e curiosos, finalmente o álbum da loira vazou por completo. São 18 faixas de um pop bem produzido, cheio de referências externas e um tantinho pretensioso. Mas a Aguilera sempre foi metida, e a gente adora. Snob bitch. 

Mas vamos ao que interessa. Aos que estão se decidindo se devem baixar o álbum, ou aos que não entenderam direito o que foi que ela aprontou em Bionic, um review completinho faixa-a-faixa.


01 ~ Bionic ~ A primeira faixa do álbum é um synth-pop bem elaborado e sem grandes apelos comerciais. Uma ótima introdução, onde X-tina já avisa que ficaremos viciados no clima eletrizado que virá em seguida. So Damn Bionic.


02 ~ Not Myself Tonight ~ O primeiro single já vazou há algumas semanas e não vingou no mercado. O clipe gerou polêmica por teoricamente se inspirar em Lady CaCa. A música é legal, mas não deveria de forma alguma ter sido o primeiro single. Se ela queria se reinventar, deviam ter escolhido uma menos óbvia.



03 ~ Woohoo ~ Já está confirmado que essa música, em parceria com a rapper Nicki Minaj será o segundo single. O clipe, se seguir o rumo da letra, será polêmico. Se ela diz que "os meninos acham que é bolo quando eles vêem a XXXXXX, mas eles nem precisam de prato, só a cara", você imagina que no video haverá rapazes com a cara enfiada na virilha da moça.



04 ~ Elastic Love ~ A faixa foi produzida pela animalesca M.I.A., e quem conhece a moça achará isso bem óbvio. A batida forte e a voz cheia de cortes e eco foi bem alterada e lembra bastante a da cingalesa. É uma música que a M.I.A. teria feito para si mesma (com exceção do refrão pop demais), e parece ter feito com gosto para a loira.



05 ~ Desnudate ~ Nos primeiros segundos, o climão funk carioca parece coisa de Britney. Mas é só a moça começar a cantar e miar em espanhol que a gente vê que é coisa de J.Lo ou Gloria Estefan. Um dance com metais latinos. Exageradamente gay e dançante. "Dámelo duro"? Essa é a XXX-tina que andava sumida.



06 ~ Love & Glamour ~ Primeiro interlúdio do álbum. "Fashion is a lifestyle". Mensagem amigável pra GaGa?



07 ~ Glam ~ Pop pancadão, trilha sonora de banheiro de boate. "Não deixe as roupas vestirem você" é a mensagem da faixa, e é a primeira vez no álbum em que Aguilera estica o tom e manda aqueles gritos inesquecíveis. A produção é de Tricky Stewart, sabem? Single Ladies, Me Against The Music, Umbrella, Touch My Body, Obsessed.



08 ~ Prima Donna ~ Depois de bancar a latina, ela encarna uma italianinha em uma faixa pra descansar e dançar com o traseiro na cadeira. A produção tem um tiquinho de Kanye West. O "pequeno" ego vem com força de novo: "I'm a Prima Donna, I can rule the world".



09 ~ Morning Dessert ~ Segundo interlúdio. Sobremesa de manhã? Não é de comida que ela tá falando né, gente?



10 ~ Sex For Breakfast ~ A atmosfera de R'n'B continua, inclusive porque os produtores dessa faixa, Focus e Noel Fisher costumam trabalhar com Snoop Dogg, Busta Rhymes, R. Kelly e Brandy. Aguilera ataca de branquela e faz um quase-soul ronronante. Mariah feelings.



11 ~ Lift Me Up ~ Escrita e produzida por Linda Perry (que trabalha com Aguilera desde a época de Beautiful), essa música é uma baladinha com pitadas de sintetizadores típica da Aguilera. Melosa, grudenta e com milhares de mudanças de tons na voz em poucos segundos.



12 ~ My Heart ~ Mais um interlúdio. Fofice gratuita, é uma gravação com as vozes do maridão e do filho.



13 ~ All I Need ~ Agora X-tina assume o papel de mãe de família e canta sobre a felicidade de ter uma família própria. A letra e a melodia são um tiquinho mais redondinhas do que o normal em uma balada pop. Sabe por quê? Porque tem dedinho da australiana Sia e um dos produtores favoritos dela, Samuel Dixon.



14 ~ I Am ~ Auto-afirmação do título ao último segundo da música. A letra é bem bonita, e Aguilera parece ter até pegado um pouquinho o jeito de cantar de Sia, meio rouco, meio vacilante, sem exageros. As batidinhas são gostosinhas e confirmam que a música parece ter sido puxada do álbum Colour The Small One (Sia).



15 ~ You Lost Me ~ É a terceira com assinaturas de Sia e Dixon, e a influência do soul aparece de novo em mais uma balada. Dessa vez, a letra é trágica e triste. Pra cantar chorando.



16 ~ I Hate Boys ~ Um pop bem puxado para o electro graças à produção dos queridinhos dos indies Le Tigre. A banda é altamente feminista e lesbo, afinal as 3 moças da formação são da comunidade. A contribuição provavelmente se deve ao fato de JD Samson (uma das 3 moças) namorar Sia.



17 ~ My Girls ~ O clima sapa continua com mais um pop/electro ótimo, dessa vez com a participação da absurda produtora/DJ/cantora/panssexual/ex-bibliotecária Peaches. O álbum poderia ter sido mais contagiado por essa música. Divertidíssima e boa de dançar.



18 ~ Vanity ~ Uma das melhores músicas do cd, de longe. Desbocada, MUITO egocêntrica e deliciosamente dançante. Se eu fosse amigo da Aguilera, a aconselharia a ter feito de Vanity o primeiro single. O álbum fecha com uma mensagem a todos que andam xoxando a moça e o álbum: "Não vamos esquecer quem possui o trono". O Baby Aguilera responde: "É você, mamãe".

Agora morram que a versão deluxe terá mais 6 faixas: 
Monday Morning (com produção de Santogold, mais uma queridinha dos indies); 
Bobblehead
Birds Of Prey e Little Dreamer (ambas produzidas por Hunt e Wu, integrantes da banda de electro Ladytron); 
Stronger Than Ever e I Am (Stripped) (mais duas em colaboração com a Sia). Estamos no aguardo.

#Frikadica

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Tesourinho #5 - Robyn Vs The Cure


#MusicMonday é dia de #Tesourinho aqui no Frikadica. Tesourinhos são faixas raras e preciosas para quem gosta de fuçar e colecionar músicas curiosas.

A trilha de hoje é outro Mash-up. Para quem não sabe o que é, lê esse post aqui. Os artistas são os cabeçudos (e isso é um elogio) da banda The Cure e a atual queridinha do pop Robyn.

Quem não lembra dos hits dos anos 1980 "Close To Me", "Friday I'm In Love" e "Boys Don't Cry"? Esses são só 3 exemplos conhecidos de uma banda com mais de 30 anos de carreira e 13 álbuns. The Cure representa uma fatia bem considerável da história do rock e até hoje ainda faz trabalhos elogiados pelos fãs e pelos críticos musicais.

Com a sueca Robyn nós já estamos mais familiarizados, afinal ela acabou de lançar álbum, single e clipe novos. Não viu ainda? Tá aqui.

E aí você se pergunta o que poderia sair de uma mistura entre esses estilos tão distintos? O Mash-up "Close To Konichiwa Bitches" responde. É uma faixa engraçadinha, dá pra cantar e dançar ao mesmo tempo, feliz da vida.

Robyn Vs The Cure - Close To Konichiwa Bitches

As responsáveis pela mixagem são as "meninas" da dupla A Plus D, californianas especializadas em mash-ups e festas do gênero. Elas estiveram em São Paulo no dia 19 de Maio, tocando n'A Loca e no dia 14 na Bootie Rio, na capital carioca. Elas prometeram inclusive fazer algumas faixas com temas brasileiros, quando voltassem da visita.


#Frikadica

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Robyn - Dancing On My Own (video)


Realmente essa é a semana dos videos. CocoRosie, Goldfrapp e agora Robyn. O clipe é do primeiro single do novo álbum da sueca, Body Talk Pt 1 (leia mais aqui).

Como esperado, o video tem um clima bem triste, e mostra Robyn dançando sozinha e lembrando da dor de cotovelo que não a deixa em paz. A solução é aproveitar a balada e esconder as lágrimas no meio das estrobo. A coreografia é propositalmente agressiva, e parece mais uma luta de boxe solo. Não dá vontade de fazer igual?

Robyn 'Dancing On My Own' (Official Video)

As semelhanças com o clima triste da música With Every Heartbeat não são coincidências, afinal as duas são produções do também sueco Kleerup. 

As referências aos anos 1980 estão realmente em alta, e Robyn lida com elas de maneira até discreta: a franja deu lugar ao laquê armado, a calça jeans tem a cintura bem alta, os tops têm modelagens bem soltas com ombros à mostra e os acessórios são grandes, chamativos e geométricos. Não seria uma homenagem contida e renovada à Cindy Lauper?

Só mais um comentário. A gente achava que a Robyn estava com uma dor de cotovelo precisa, mas passa o clipe vendo várias pessoas se beijando. Será que ela queria pegar geral e ficou no zero a zero? Safadinha.

#Frikadica

#FollowFriday - 21/05/10

Pra ler ouvindo:


Sia - Bring Night

Bom dia, boa tarde e boa noite! Sexta-feira chegou, graças aos bons deuses. Afrouxa a gravata e veja os 5 indicados para #FF do Frikadica dessa semana:


@Booooooom - Pra quem passa a semana afogada no trabalho ou está em casa morrendo de tédio, esse twitter traz ótimas dicas de artistas (de todos os tipos) desconhecidos e com grande potencial. É ótimo pra quem quer dar uma inspirada e uma relaxada e não pode (ou não quer) ir a um Museu. Sem contar que se o artista não agradar, é só fuçar o site um pouco mais.



@festa_rockete - Quem está em São Paulo não pode perder. A festa Rockete vai dar as caras de novo esse mês, e algo me diz que será daquelas festas que, se você não for, vai ficar babando nas fotos depois. Por enquanto, esse twitter vai aquecendo a gente com fotos e dicas do que deve ouviremos na festa.



@Freakstyle1 -  Figuras legendárias das noites de SP, Paula e Gil são a dupla responsável pelo incrível brechó B.Luxo e pela ótima B.Luxo store, além de serem responsáveis por festas famosas e badaladinhas da cidade. Twitter e blog indispensáveis pra saber o que é cool pra vestir e para onde ir no fim de semana.



@minimalissimo - Pelo nome e avatar, já dá pra entender. Tudo o que você pode imaginar de design, tendências, moda, arquitetura e até música ligados ao minimalismo. Pros fãs do estilo, como eu, é um prato cheio pros olhos e ouvidos. Referências lindas.



@NASCAPAS - Dizem que as idéias mais simples são as melhores, né? E é verdade. Na moda, referências visuais são importantíssimas, e capas de revista são ótimas pra isso. Então porque ninguém havia tido essa idéia de se especializar em capas de revista? Esse twitter teve, e faz um trabalho muito bem feito. Quem nunca parou numa banca só pra olhar as capas da Vogue?



Dicas dadas, é hora de dar um RT nesse post e prestigiar essas pessoinhas legais citadas aqui. Bom fim de semana a todos!

#Frikadica

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Goldfrapp - Alive (video)


Depois do single de Alive (ouça aqui), já era hora do video também chegar! E quando você achava que Alisson Goldfrapp e seu companheiro Will não podiam ficar mais anos 80 com o álbum Head First, eles gravam um clipe ainda mais inspirado do que Rocket (assista aqui).

Fumaça de boate, raios lasers, cenário com neon, cabelo armado, acessórios dourados, dançarinas com roupas de aeróbica e... Góticos? Sim! O humor escrachado e nonsense da dupla sempre se mostra presente nos videos, e nesse não seria diferente. Pra quebrar o clima saudosista, eles colocaram no meio do cenário à la Olivia Newton-John góticos com maquiagens borradas e roupas de couro dançando ao redor de um pentagrama. E o festival bizarro continua, mas eu não vou contar. Só vendo:




Se a semana passada foi a dos singles, essa é a dos videos. O que será que vem por aí?

#Frikadica

quarta-feira, 19 de maio de 2010

CocoRosie - Lemonade (video)


As irmãs Sierra e Bianca Casidy lançaram esse ano seu quarto álbum, Grey Oceans (leia mais aqui). Contrato assinado com nova gravadora, CocoRosie têm novo approach para seu trabalho, e devem trabalhar mais com singles e clipes do que de costume. O single de Lemanode, primeiro retirado de Grey Oceans, foi lançado com um cover de Surfer Girl, dos Beach Boys (ouça aqui).

Agora, semanas depois, o clipe finalmente foi lançado na internet, e mostra também algumas mudanças. A produção, por exemplo, está bem mais rica e trabalhada, apesar de manter o proposital visual cru. As irmãs sempre gostaram de utilizar linguagens e simbologias infantis. Fantasias, bigodes pintados, barbas falsas, roupas coloridas e bem confortáveis, vozes em falsete, arte naïf (arte sem técnicas acadêmicas). Isso por vezes é tido como produções mal acabadas, mas a intenção é basicamente essa. Do que uma criança seria capaz se sentasse num computador e fizesse uma capa de álbum?

O video de Lemonade ilustra, como a letra da música, a infância das duas. Filhos de pais hippies, elas têm vários irmãos, e foram criadas separadas. As lembranças dos tempos juntas são quase sempre temas das letras, e no clipe elas aparecem como senhoras relembrando a infância e a juventude: brincadeiras, fantasias e um bom tempo que acabou. A fotografia é belíssima, quase toda em azul (presente) e dourado (passado). Poético e emocionante:

Cocorosie - Lemonade

Se elas continuarem nesse caminho, serão lembradas como grandes poetisas da música pop.

#Frikadica.

We Love Happy Socks


Para ler ouvindo:

Goldfrapp - Shiny and Warm

Sou um colecionador assumido de meias. Tenho das cores mais absurdas, da Capricho, Cavalera, modelos infantis, femininos, meias sociais, esportivas, soquetes, 3/4 e por aí vai. Só não aprovo meia preta nas canelas com bermuda. De resto, quase tudo vale. Além de esquentar os pés nesse friozinho, as meias são um ótimo acessório pra complementar um visual básico ou equilibrar um carregado.

(Proportional Stripes by SFHP)

E é por isso que a Socks for Happy People me ganhou no primeiro clique. SFHP é uma marca londrina fabricante de meias, criadora de meias "únicas, confortáveis e sustentáveis que intrigam, alegram e inspiram". Tenho que concordar com todos os itens (exceto o conforto, que ainda não posso afirmar com certeza), e os modelos feitos de algodão orgânico são lindos de morrer.

(What Lies Beneath by SFHP)

SFHP vende o tipo de produto que dá uma vontade imensa de colecionar, e um orgulho de comprar sabendo que além de qualidade, se está comprando sustentabilidade. A loja virtual tem 3 modelos, cada um com 3 ou 4 variações de cores. Separadamente, cada uma custa £15, mas eles têm um pacote com os 13 itens que custa £170.

(Affirmation Sock by SFHP)

Como se não bastasse isso tudo, a cada par de meias compradas no site, você automaticamente doa um par de meias feitas com lã de camelo para crianças da Mongólia. Até o modelo delas é lindo e dá vontade de ter uma. 100% Iniciativa + Design. Muito bonito!


#Frikadica

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Frikadica Entrevista: We Are The World

Para ler ouvindo:

We Are The World - Clay Stones

O projeto We Are The World foi destaque aqui no blog há algumas semanas (leia aqui). Divulgando seu primeiro álbum, Clay Stones, eles deram pro Frikadica uma entrevista exclusivíssima, e contaram um pouco do conceito da banda e projetos para um futuro bem próximo:


Frikadica: De onde veio o nome da banda? Que tipo de "mundo" vocês são?

We Are The World: "O nome veio de uma brincadeira sobre reclamar os direitos do slogan. 'Nós somos o mundo.' 'Não, cara, NÓS somos o mundo!!!'. Nós somos o tipo de mundo onde o oxigênio é composto de hálito de tigre e onde todas as crianças crescem e se transformam em trans-animais".


Frikadica: Como vocês criam os figurinos e coreografias para os shows e video? O Ryan e a Nina são responsáveis apenas por eles ou são parte da música também?

WATW: "A coreografia é criada pelo Ryan e Nina, e os figurinos são conceitualizados pela banda e construídos por Megan e Ryan. Já houve vezes em que a dança veio antes da música e a influenciou muito. Na maioria das vezes a música vem antes e depois a dança. Ryan e Nina também se envolvem muito na música como nossa inspiração. Nós escrevemos músicas às quais eles ficarão bem dançando".


Frikadica: Quais vocês diriam que são suas influências musicais? As comparações com The Knife e Cocteau Twins fazem sentido para vocês?

WATW: "The Knife e Cocteau Twins fazem sentido. Existem tantas influências que é difícil começar a responder, mas se nós pudéssemos de alguma forma escrever músicas que combinem Black Flag e dubstep, nós ficaríamos muito, muito felizes".


Frikadica: Para quando podemos esperar novos videos? E que tal singles e remixes?

WATW: "Novos videos para 'Not In Death' e 'Fight Song' estão quase prontos, e um para 'Lie Like The Forest' estará pronto em alguns meses".


Frikadica: Vocês pretendem fazer uma turnê com esse álbum? Algum plano para o Brasil e América do Sul?

WATW: "Nós queremos tocar o quanto as oportunidades permitirem. Adoraríamos ir ao Brasil! Você pode nos levar??".


Infelizmente, eu não tenho cacife ($$$) nem contatos para realizar essa vinda - pelo menos por enquanto - mas fica a sugestão para quem os tiver. Com certeza seria um show ótimo para assistir e dançar muito!

Leia o post original em inglês aqui.
#Frikadica

Frikadica Interviews: We Are The World

To read while listening to:

We Are The World - Clay Stones

The project We Are The World was a highlight at this blog a few weeks ago (read the post in portuguese here). Broadcasting their first album, Clay Stones, they gave Frikadica an exclusive interview and told us a little bit about the band concept and their projects for the near future:


Frikadica: Where did the name of the band come from? What kind of "world" are you?

We Are The World: "The name came from joking around regarding reclaiming the slogan.  "'We are The World.' 'No brother!  We are The World!!!'" We are the type of world where the oxygen is composed of tiger's breath and all children grow up to be trananimals".


Frikadica: How do you come up with the costumes and coreographies for the video and gigs? Are Ryan and Nina responsible for just them or are they part of the music as well??

WATW: "The Choreography is made by Ryan and Nina and the costumes are conceptualized by the band and constructed by Megan and Ryan. There have been times that the dance came before the music and greatly influenced it. Mostly the music comes first and then the dance. Ryan and Nina are also very much involved in the music as our inspiration. We write music that they will look good moving to".


Frikadica: What would you say are your musical influences? Do the comparisons to "The Knife" and "Cocteau Twins" make sense to you?

WATW: ""The Knife" and "Cocteau Twins" make sense.  There are so many influences I can't even begin to answer but if we could somehow write some songs that combine Black Flag and dubstep we would be very very happy".


Frikadica: When can we expect to see new videos? How about singles and remixes?

WATW: "New videos for "Not In Death' and "Fight Song" are almost done and one for "Lie Like The Forest" will be done in a few months".


Frikadica: Do you intend on touring this album? Any plans for Brazil and South America?

WATW: "We plan on playing as much as opportunity allows.  We would love to come to Brazil!  Can you bring us??".

Unfortunately, I haven't got the money or contacts to make this coming happen - at least for now - but this is a good sugestion for the people who have. It would surely be a great show to watch and dance to a lot!

Read this post in Portuguese here.
We Are The World on MySpace.

#Frikadica

Tesourinho #4 - Madonna Vs Fatboy Slim


Já ouviram falar em Mash-ups? Nada mais são do que a mixagem de duas (ou mais) músicas em uma só, misturando os vocais, as batidas e a melodia. Muitas vezes, o instrumental de uma faixa serve de base para o vocal de outra, outras vezes são usados os dois elementos de ambas as faixas. O comum entre quase todos os mash-ups é que essas misturas são completamente inusitadas, e unem universos da música bem distintos.

Já pensou Lady GaGa misturada com Metallica? Fizeram isso há algumas semanas, e o Mash-up ficou tão bom que se espalhou rapidamente pela internet. Essa idéia acabou virando um estilo bem forte, e vários DJs se especializaram e em muitas cidades do mundo acontecem festas só de Mash-ups. Eu confesso que adoro a idéia, mas muitas vezes a coisa não sai muito boa. Ou porque o DJ não soube fazer uma mixagem de qualidade, ou simplesmente porque a idéia é mais interessante do que o resultado.

Na minha coleção, eu tenho verdadeiras pérolas dignas de lançamentos em singles, e uma das minhas preferidas é "Praise 4 Minutes", um mix de "Praise You", do Fatboy Slim com "4 Minutes" da titia Madge. O DJ "I Am Xam" foi um gênio ao mostrar que as duas músicas têm uma sincronia perfeita, e não foi preciso modificar muita coisa para encaixá-las. Os vocais e instrumentais foram quase completamente mantidos, e o resultado é uma faixa ótima pra tocar em baladas e dançar esquecendo que as duas músicas são um tanto quanto manjadas:

Madonna Vs Fatboy Slim - Praise 4 Minutes

Pra ver o que mais o I Am Xam é capaz de fazer, é só visitar o site do moço:


#Frikadica

domingo, 16 de maio de 2010

Aguilera e 3 novos previews


Domingo geralmente não é dia de muitos agitos, mas hoje temos 3 bons motivos pra mudar de idéia: vazaram trechos de mais 3 músicas do novo álbum de Christina Aguilera, Bionic.

Bionic é a primeira faixa do álbum, e a única das 3 a vazar inteira. A princípio dá a impressão de não ser uma música da Aguilera. O vocal robotizado cheio de ecos abre o clima futurista e eletrônico que se transforma em um quase-reggae-semi-synth-pop.  A voz da loira fora do refrão é quase irreconhecível, e a faixa parece ser das melhores do lançamento:

Christina Aguilera - Bionic

You Lost Me é uma balada dor-de-cotovelo co-escrita entre Aguilera e Sia. Ela tem elementos reconhecíveis da australiana como uma parte instrumental orquestrada bem produzida, e uma melodia com notas arrastadas. Com influências fortes da soul music, Aguilera completa com seus agudos característicos.

Christina Aguilera - You Lost Me (preview)

I Hate Boys é um electro-pop de batidas quebradas com uma pitada de R'n'B.  O diferencial fica por parte das influências eletrônicas que a moça ganhou por essa música ser uma parceria com o trio lesbo-feminista Le Tigre. A colaboração não é grande surpresa, já que Sia, que também participa de Bionic, namora JD Samson, integrante da banda. Dá pra imaginar X-tina cantando isso ao vivo e as pessoas acompanhando batendo palmas.

Christina Aguilera - I Hate Boys (preview)

Mais um álbum que está vindo em gotinhas! Quando será que vaza de vez?

#Frikadica

sexta-feira, 14 de maio de 2010

#FollowFriday - 14/05/10

Pra ler ouvindo:


Dukes of Windsor - The Others

Nessa sexta, como de costume, é hora de caçar e indicar twitters legais e/ou interessantes pra se seguir. Os indicados dessa semana são todos sobre um besteirol sem tamanho. Um mais inútil e bizarro que o outro, e ainda sim irresistíveis. Eu garanto, são um grande alívio pra timeline quando todos estão comentando sobre o álbum da copa ou fazendo piadas de "misturar activia". Geniais:
@common_squirrel - O que comentar? What you see is what you get. O que um esquilo comum twittaria? Seu cotidiano corrido, entre nozes, corridas, pulos, coçadinhas, escavadas e hibernações. É sempre bom saber que você não é o ser menos produtivo do mundo, e mesmo os menos produtivos são felizes.


@Explosm - Chaser, Dave, Kris, Matt e Rob são cinco cartunistas geniais. Se você acha que South Park é antiético, politicamente incorreto e ofensivo, você não viu nada! As tirinhas criadas por eles são de péssimo gosto, cruéis, moralmente erradas, subversivas e completamente hilárias. É viciante, todo dia tem uma nova, e eles sempre twittam os links pra gente não perder a piada.


@omgidothistoo - As situações mais ridículas, peculiares e comuns da face da terra. É raro eles twittarem algo com que você não vá se identificar. E quanto mais manias e hábitos você tiver, mais fácil ainda de dar risada e uma vontade incontrolável de dar RT. Quer um exemplo? "Você não odeia quando você olha a parte de trás de uma caixa de cereal e não tem nada engraçado?".


@sensacionalista - Com as notícias esdrúxulas e absurdas do G1 e Ego retwittadas por meio mundo, fica difícil levar a sério o mundo das notícias. Então por que não chutar o balde logo? É o que esse twitter faz, criando notícias que lendo rápido parecem bem reais. Sabem a história da mulher que engravidou vendo um filme pornô 3D, e sites postaram como real? Foram eles que criaram.


@tw1tt3rart - Quem é da época do IRC já deve estar familiarizado com essa linguagem críptica, que usa todos os símbolos possíveis do teclado pra criar desenhos. Se antes eram os scripts do IRC que vinham com esses desenhos, o orkut trouxe de volta desenhos cafonas de ursinhos e flores. E agora no twitter, temos uma versão mais cool e nerd da coisa. Pra admirar o esforço da arte virtual.



Semana que vem tem mais! Quem tiver mais idéias e sugestões de twitters dignos de um #FF, sinta-se à vontade pra deixar um comentário ou mandar um e-mail para frikadica@gmail.com.

#Frikadica

Goldfrapp - Alive (Single)


Parece que essa é a semana dos singles! Depois de Robyn e Kylie, é a vez de Goldfrapp dar as caras no blog com o vazamento do single Alive, o segundo a sair do álbum Head First.

O álbum é obviamente inspirado no new wave dos anos 1980, cheio de sintetizadores, teclados e vocais melódicos e cheios de ecos e refrões grudentos. Não é o trabalho mais especial do projeto, mas de longe é um dos mais pop e fáceis de ouvir.

A faixa Alive é uma das melhores do lançamento, e ganhará em breve um video para fazer jus ao clima oitentista. Enquanto isso, Alisson Goldfrapp e Will chamaram alguns ótimos produtores para remixar a música: Arno Cost, Dave Aude, Joakim e Tensnake.

Arno Cost, produtor francê de apenas 20 anos (!!!), deu uma quebrada no clima new wave e fez de Alive uma faixa mais forte e até psicodélica, sem perder o conceito retrô. Um pouco repetitivo, mas deve funcionar em baladas:

Goldfrapp - Alive (Arno Cost Radio Edit)

Dave Aude é um DJ e produtor americano mais experiente, com mais de 12 anos de carreira. Já trabalhou com U2, Sting, Kelly Clarkson, Britney Spears, Depeche Mode, Coldplay, Pussycat Dolls, Beyoncé, tATu, Nelly Furtado e Korn, só pra citar alguns. Talvez por isso o remix dele seja mais redondo, dando uma roupagem electro para Alive. Menos repetitivo e igualmente ótimo para dançar:

Goldfrapp - Alive (Dave Aude Radio Edit)

O queridinho dos fãs de remixes, Joakim, deu uma versão mais clean para Alive. Mais próximo da versão original, ele deu alguns toques a mais, como uma percussão latina e uma intervenção ótima lá para o meio do remix. Não é tão forte para fazer as pessoas dançarem em festas, mas divertida de ouvir em casa:

Goldfrapp - Alive (Joakim Vocal Mix)

O último remix é de Tensnake, um produtor alemão que tem um gosto especial por Italo Disco e o Boogie dos anos 80. Talvez por ser alemão, a versão de Alive ficou mais fria e robótica, além de ter perdido praticamente toda a letra. Quase em dub, a voz de Alisson só é ouvida lá no final da faixa. Trilha sonora elegante para passarelas, eventos e lojas:

Goldfrapp - Alive (Tensnake Remix)

Agora é aguardar pra ver como será o clipe. Algo me diz que terá como cenário uma metrópole noturna, com prédios bem iluminados e coloridos.

#Frikadica
Related Posts with Thumbnails